Direito de inseminacao artificial

O desejo de começar uma família é muitas vezes atribuído não à adoção de uma resolução sobre o casamento, mas à paixão da propriedade das crianças, isto é, a ampliação da família. Infelizmente, em muitos exemplos, por razões distantes, torna-se difícil e o tratamento deve ser iniciado ou a inseminação artificial deve ser decidida.

Existem muitas razões pelas quais os métodos in vitro são tomados por casais. Que seria, por exemplo, obstrução das trompas de Falópio, problemas na indução da ovulação em uma mulher ou parâmetros relativamente simples do sêmen do sexo masculino. Às vezes, e apesar de muitos estudos, verifica-se que os especialistas não são capazes de determinar a causa da infertilidade no período, e a única a implementar as formas apropriadas de sua operação. Quando outros métodos de fertilização falham, os casais decidem especialmente pela inseminação artificial ou aqueles que ocorrem fora do sistema reprodutivo feminino. Consiste em combinar, em condições de laboratório, um espermatozoide e um óvulo. Do último tipo de solução, muitas vezes eles têm casais heterossexuais que, apesar de muitos esforços, não conseguiram levar à fertilização diária. Este método ainda tem muita controvérsia, mas para muitos casais que querem ter filhos é a saída original.

Também vale a pena mencionar que, ao adotar tal método, deve-se decidir se deve usar o esperma de seu marido ou o esperma do doador. Geralmente, o status de saúde do parceiro seleciona esse número. A primeira data com um especialista é combinada com um questionário médico específico e ambos os parceiros respondem às suas perguntas. Se o tratamento foi mais cedo, você também deve trazer seus registros médicos com você. O médico geralmente examina uma mulher graças a um ultra-som, e ela faz uma série de novos testes. E um homem quer ser examinado pelo sêmen, o jogo que ele compra um encaminhamento para o próximo especialista, por exemplo, um urologista. Outra visita traz uma avaliação dos resultados de estudos anteriores e a seleção de um método específico de fertilização. Muitas vezes, outras pesquisas adicionais necessárias são necessárias, como as virológicas, que ambos os parceiros se tornam. Então, a preparação para a fertilização, que é a estimulação hormonal da mulher, é feita. O próximo passo é pegar o espermatozóide do homem e as instituições de óvulos da mulher. No laboratório, especialistas combinam células com espermatozóides. Graças a isso, resulta o embrião, que mais tarde, com a ajuda de um cateter adequado, se resume ao corpo da mulher. Após cerca de duas semanas, responda a pergunta.