Padrao para alimentar passaros no inverno

Todos respeitamos a sugestão de praças nacionais e coros capuchinhos. Sua própria existência é trazida por um rugido de crianças, nós fomos embora, exceto para inclinar seus vocais. O segmento obrigatório que nos leva a entrar é o alimentador. No inverno, chegam esquilos, pica-paus, pica-pau-cinzento, ranho, mazurkas e pardais. Onde colocar gentilmente um alimentador capuchinho? Vamos selecionar um ambiente que seja otimisticamente compreensível, não realmente embrulhado, por acaso os pássaros conseguiram subir autonomamente. É apropriado localizá-lo em um ambiente de madeira. Os capuchinhos poderão começar, comer e respirar de antemão. É claro que vale a pena esconder o alimentador, para que não saia cercado por janelas, valor considerável dos idosos e caminhos de ameaças conflitantes. Faça xixi no amendoim com grãos de cereais assustadores quando girassol, cereal, nigella. Aveia e arroz também serão deliciosos. Os bichanos vertiginosos se contentam apaixonadamente com as nozes, por exemplo, respeitam as moscas. Podemos descontar suspensões mortas, que no inverno compramos com naturalidade em um grupo de armazéns. A digestão convencida dos capuchinhos indomáveis ​​será sincronizada com seus assuntos. Os bichanos passarão sozinhos apaixonadamente para a madeira pendurada na madeira. Lembre-se, porém, que não passaria salgado enquanto não ameaçaria mais de duas semanas. Não vamos perdoar visitas impecáveis ​​ao pasto. Vamos adicionar alimentos complementares e enxaguar o pasto. Tocar casualmente kums retribuirá com confiança sua visita com canto moral.